10 de abril de 2013

O corte perfeito

Ontem de manhã BEM CEDINHO, na lufa-lufa para não chegarmos atrasados à escola, o meu filhote acordou com um G-I-G-A-N-T-E-S-C-O remoinho bem lá no cimo da cabeça: uma farripa de cabelo qual antena alienígena a fazer um triplo mortal num sítio onde não era suposto existir, a lembrar uma luta estranha entre os lençóis e a almofada. Ao fim do dia, não houve desculpas, TIVEMOS MESMO DE combinar uma ida incontornável ao barbeiro: prioridade máxima!!
Entrámos no barbeiro e até aí tudo bem. Estava o Luís à espera do mafarrico; foi só acomodá-lo à cadeira-lava-cabeças-grandes e adaptá-la (a cadeira) a lava-cabeças-pequenas. Primeiro que lhe conseguisse lavar a cabeça foi um sem-fim de põe a cabeça para trás; mas dói; vá lá, não dói nada; não consigo, dói; assim vou molhar-te todo! Eu com uma cachola, a tentar disfarçar, a ver se o puto se portava bem, mas nada de puto a portar-se bem; eu ainda disfarçava; mal, mas disfarçava.
De seguida, foram para a cadeira do corte! Que responsabilidade! MAS o miúdo não parava quieto, fazia bolinhas de saliva com a boca, queixava-se do pente 1, atrás; da navalha de lado, Olha que dói!; lá estás tu outra vez; mas dói; pareces uma menina; não gostou, conteve-se, ficou zangado, porque um menino É um menino, não há cá confusões; tens a mania que és bonito; não tenho nada; tens a mania que és bonito; não tenho nada. A verdade é que o corte começava a surgir tipo-oásis-no-meio-do-deserto no cimo de uma carinha redonda de grandes olhos castanhos e covinhas nas bochechas. Tens a mania que és bonito; não tenho nada; mas estava a ficar (mais) bonito; acho que era do corte; tens a mania que és bonito; sim, era do corte! Tinha pedido o corte à Cristiano Ronaldo, lembram-se do corte do craque na seleção em 2012, no Europeu?! O corte saiu milimétrico; melhor era impossível! E mais umas tesouradas aqui; mais uma achega ali; e, sim!!, só mais um pouco acolá! As suíças em bico, bem desenhadas, como as dos futebolistas! E o puto, que tanta luta deu, que parecia engolir todos os cabelitos e lutar com eles e Para quieto!; mas tenho cabelos na boca! Mas para quieto! E eu, que vergonha! E para quieto! E parou finalmente. 
O CORTE PERFEITO! Quando digo perfeito digo PERFEITO! Até o Cristiano Ronaldo o diria, que há de ter pago uma fortuna pelo dele e o do Bernardo fazia-lhe frente, uma luta renhida e, amor de mãe à parte, ganhava-lhe com uma pinta! Que vos diga o Luís, que o miúdo deu luta, deu, deu, mas o resultado final bem que compensou. Encheu-lhe o ego, de certeza, a ele, ao Luís, encheu-me o olho a mim e encheu a autoestima do puto que chegou a casa e tinha 2 mirones ATENTOS com os olhos postos nele: realmente, o Luís esmerou-se!

Nota: o barbeiro fica em Esgueira, Aveiro. Chama-se Aníbal e Filho, Lda. O autor do CORTE PERFEITO e da paciência-sem-limites-até-à-exaustão-e-mais-além chama-se Luís. Se o conhecerem, vão até lá e peçam-lhe um corte de cabelo à Cristiano Ronaldo, que vão ver do que falo; se forem amigos no Facebook, partilhem este post com ele, pois o elogio é sincero!!  
 http://modanosapatinho.blogspot.pt/

 http://modanosapatinho.blogspot.pt/
    
 http://modanosapatinho.blogspot.pt/

 http://modanosapatinho.blogspot.pt/

2 comentários:

  1. Bem cortadinho, sim senhora. Não gostas daquele cabelo mais comprido, com um toque desleixado, a deixar os miúdos giros e betos que se fartam?

    ResponderEliminar
  2. Gostar, gosto, mas o Bernardo com o cabelo curto fica com um ar de reguila que eu adoro!!! Os olhos parecem maiores e mais expressivos!!!

    ResponderEliminar